Plano de Contingência

Plano de Contingência

A Vale Infusões segue o Plano de Contingência Nacional para Infecção Humana pelo novo Coronavírus (COVID-19), proposto pelo Ministério da Saúde, e traz orientações de como deve ser o atendimento presencial nas clinicas durante o período de contingência.

O Ministério da Saúde, por meio do Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública, elaborou o Plano de Contingência Nacional para Infecção Humana pelo novo Coronavírus (COVID-19), com medidas que podem ajudar a prevenir o contagio do novo Coronavírus e a Vale Infusões definiu conceitos de prevenção que devem ser adotados por pacientes e colaboradores. Veja:

Ao colaborador:

– Promova a carona solidária, para evitar grandes aglomerações no transporte público.

– Em caso de apresentações do sintomas do COVID-19, será realizada a avaliação do médico plantonista, na área administrativa.

– Em caso de colaboradores com suspeita da doença, será seguido o protocolo de manejo do Ministério da Saúde.

– O departamento de Recursos Humanos entregará ao colaborador afastado um cartilha de cuidados domésticos durante o isolamento.

– Após os casos serem confirmados, após quarentena, manter o uso de máscara N95 por tempo integral durante 14 dias.

– Segundo Decreto Lei Estadual nº 64959 é obrigatório o uso de máscaras em todo Estado de São Paulo, portanto, ao adentrar na clínica todos deverão estar fazendo uso de máscara.

– Um profissional da equipe de enfermagem ou apoio irá medir a temperatura e oximetria dos colaboradores.

– No caso de necessidade de reuniões, preferencialmente, acontecerão de maneira online, se presencial respeitar espaçamento de 2 metros entre cada participante, com no máximo 5 participantes.

– Manter portas e janela abertas na recepção e áreas administrativas é responsabilidade dos colaboradores desses setores.

– A equipe de enfermagem e apoio utilizará avental descartável.

– Delimitação de espaço nos intervalos, descansos e horário de almoço.

– Cada colaborador deve higienizar de sua estação de trabalho regularmente, além da higienização que é realizada pela equipe de apoio.

– A recepção deve retirar revistas e folhetos das áreas de atendimento e recepção, bem como brinquedos do espaço Kids.

– Setores de agendamento e recepção devem reforçar os comunicados aos pacientes e remarcar pacientes que apresentem sintomas de COVID-19 no ato de confirmação do agendamento.

– Suspensão de visita de representante (interno e externo).

– O departamento de Recursos Humanos entregará álcool gel e atualizações referente ao vírus aos colaboradores.

– A Equipe de Apoio disponibilizará pano com hipoclorito nas entradas da clínica.


Ao público:

– Colaboradores da equipe de apoio higienizarão as mãos dos pacientes com álcool 70% e farão a aferição de temperatura na entrada da clínica.

– Durante a admissão do paciente, questioná-lo se nos últimos dias apresentou sintomas de febre, gripe, tosse ou coriza. Em caso afirmativo, a recepcionista deverá comunicar a enfermagem para que seja avaliada a situação.

– Proibido o acesso de acompanhantes, com exceção de pacientes que forem menores de idade, maiores de 60 anos ou em uso de antialérgico (Difenidrin). Há cartazes na porta de entrada da clínica com a informação.

– De acordo com o Decreto Lei nº 64959 é proibido a entrada de pacientes sem máscara na clínica.

– A enfermagem entregará álcool gel e informativo à pacientes que realizam aplicação.

– O setor de Agendamento fará a remarcação de pacientes que apresentarem sintomas do COVID-19 no ato de confirmação do agendamento.

– Adoção de modelo de trabalho home office para alguns setores administrativos afim de evitar a aglomeração de pessoas na clínica.

Além destas medidas a Vale Infusões adotou uma nova política de atendimento domiciliar para aplicações subcutâneas. Veja mais aqui

REFERÊNCIAS
Agência Nacional de Vigilância Sanitária http://portal.anvisa.gov.br/coronavirus
Centers for Disease Control and Prevention https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/index.html
Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde https://www.saude.gov.br/saude-dea-z/coronavirus
World Health Organization https://www.who.int/emergencies/diseases/novelcoronavirus-2019