Tratamentos

Realizamos o tratamento prescrito por médicos especialistas de doenças que necessitem de medicamentos de diversos segmentos, através de procedimentos convencionais, terapia infusional subcutânea, intramuscular ou endovenosa e infiltração articular de medicamentos imunobiológicos, utilizados na terapêutica das patologias reumáticas, neurológicas e entre outras.

É uma doença que compromete as articulações (ou juntas), provocando dor, inchaço, dificuldade de movimentação destas juntas, de forma progressiva, podendo levar a deformidade, sendo sistêmica (acomete articulações, tendões, pele, pulmões e outros órgãos), crônica (de semanas a meses de duração, ao contrário das artrites agudas, que duram dias), recidivantes ou flutuante (com períodos de melhora e/ou piora), inflamatória (causa inflamação erosiva, isto é, destrutiva de articulações, e inflamações . potencialmente sérias em outros órgãos), auto-imune (grupo de doenças caracterizadas por uma anormalidade imunológica em pessoas geneticamente predispostas em que o sistema de defesa do paciente passa a atacar diferentes órgãos e tecidos dele mesmo), de causa ainda não esclarecida, que pode resultar na destruição articular progressiva, levando a deformidade, incapacidade e, até mesmo, morte prematura ou prejudicando a qualidade de vida.

A artrite psoriática também é uma doença auto-imune, crônica, que afeta a pele e as articulações dos pacientes. Atinge de 0,5% a 2% da população mundial. A artrite psoriática surge geralmente após os 30 anos de idade, sem prevalência por sexo. O paciente apresenta os sintomas da artrite (dores, inchaço e inflamação nas articulações) e da psoríase (placas avermelhadas na pele, com descamação).

É uma doença inflamatória crônica do intestino, provocando dor abdominal, febre, emagrecimento e na maioria das vezes diarréia. A doença de Crohn (DC), embora fazendo parte do grupo das chamadas doenças inflamatórias intestinais pode comprometer qualquer dos segmentos do canal alimentar, desde a boca até o ânus. Caracteriza-se por períodos recorrentes de atividade clínica, intercalados com fases de acalmia inteiramente imprevisíveis.Incide preferencialmente em adolescentes e adultos jovens, na faixa de idade entre 15 e 35 anos, podendo haver um segundo pico a partir dos 55 anos, com predomínio no sexo feminino. Até o momento, admite-se sua maior prevalência entre brancos, principalmente os de origem judaica, em indivíduos de classe sócio-econômica mais alta, de profissões intelectualizadas e habitantes de centros urbanos.

A Espondilite Anquilosante é um tipo de reumatismo que causa inflamação principalmente na coluna vertebral e nas articulações sacro-ilíacas (articulações que ficam na região das nádegas). Pode acometer tendões e ênteses, os olhos (iridociclite, uveíte, etc.), causar úlceras orais e fadiga. Ela manifesta-se mais frequentemente em homens jovens. A doença é 4 a 5 vezes mais frequente em homens. Normalmente, os pacientes desenvolvem os primeiros sintomas no final da adolescência ou no início da idade adulta (17 aos 35 anos de idade).

A osteoporose é a principal doença ósseo metabólica da espécie humana e na atualidade um dos mais importantes problemas de saúde pública. Sua definição pela OMS (organização mundial de saúde) é: “Doença esquelética sistêmica caracterizada pela diminuição da massa óssea e deterioração da micro arquitetura do tecido ósseo com conseqüente aumento a fragilidade e susceptibilidade à fratura”. A definição da OMS é baseado em dados epidemiológicos que correlacionam a incidência da fratura à densidade mineral óssea. O risco de fratura é inversamente proporcional a densidade óssea. A queda de um desvio padrão aumenta o risco em 1,5-3,0 vezes. Na faixa etária dos 40-80 anos, a cada década o risco de fraturas por osteoporose dobra.

Psoríase é uma doença da pele freqüente, que afeta de 1 a 3% da população geral, de fácil diagnóstico, mas de difícil controle. As manifestações clínicas podem variar desde um simples pontilhado na unha, até lesões cutâneas que podem ser pouco numerosas ou atingir toda a superfície corporal, associadas a artrite incapacitante. É uma doença que atinge principalmente a pele, que tem evolução arrastada (assim como o diabetes, a hipertensão e outras), que existe um processo inflamatório sob as lesões aparentes, as quais surgem em função de reações imunológicas com a participação de células e de mediadores químicos. Além disso, as pesquisas científicas demonstram que a hereditariedade desempenha um papel muito importante na psoríase (em 30%, existem casos semelhantes na mesma família).

Retocolite Ulcerativa é uma doença inflamatória intestinal crônica, não transmissível, e sua causa ainda é desconhecida. Nos Estados Unidos as doenças inflamatórias intestinais (doença de Crohn e Retocolite Ulcerativa) atingem mais de 2 milhões de pessoas, sendo aproximadamente 200 mil crianças menores de 16 anos. Esta doença afeta diretamente parte ou todo intestino grosso cuja mucosa (uma camada de células que forra a superfície interna desse órgão) torna-se inflamada, podendo causar feridas. Há uma ocorrência maior na parte terminal do intestino (reto). Os sintomas da Retocolite Ulcerativa caracterizam-se principalmente por dores abdominais distribuídas em todo abdômen, desejo urgente de evacuar, diarréias freqüentes geralmente acompanhadas de sangue, e muco (catarro gelatinoso) com mal cheiro , febre, mal estar, fraqueza e perda de peso.

  • Asma
  • Artrite Reumatóide Crônica Juvenil
  • Doença de Gaucher
  • Doença de Paget
  • Esclerose Múltipla
  • Hemoglobinúria Paroxística Noturna
  • Lúpus Eritematoso
  • Mucopolissacaridose