Carboidrato

on 07/04/2020 in Destaque

Numa fase onde vivemos a era do Low Carb, em que muitas pessoas acabam evitando o carboidrato sem orientação, e como consequência reclamam de cansaço, fadiga e uma vontade louca de comer doces, hoje trouxe algumas orientações para saber se o carboidrato é o vilão ou o mocinho desta história?

Primeiro vamos entender qual é a função do carboidrato no organismo:
• Promoção de energia para o organismo
• Regulam o metabolismo proteico, “poupando proteínas”, na ausência do carboidrato para fornecer energia, as proteínas são utilizadas para essa função, e deixam de fazer as suas funções como construção de tecidos, sistema imunológico.
• A redução drástica de carboidratos da dieta, faz com que as gorduras serão utilizadas para suprir uma fonte de energia imediata. Porém pode ocasionar cetose sendo prejudicial ao organismo.
• A glicose é a única fonte energético para o cérebro, por isso que em dietas extremamente restritivas, aumenta a falta de concentração e consequente apetite por doces.
• A celulose e outros carboidratos indigeríveis (fibras) auxiliam na eliminação do bolo fecal. Estimulam os movimentos peristálticos do trato gastrointestinal e absorvem água para dar massa ao conteúdo intestinal, tão importante para o nosso organismo.

Diante de tantas funções, percebemos que o carboidrato não pode faltar na nossa dieta, porém devemos saber escolher o melhor tipo de carboidrato.

Temos os carboidratos refinados e integrais, o ideal seria optar pelos integrais por conter fibras que retardam o esvaziamento gástrico e liberam a glicose lentamente na corrente sanguínea.

Importante também ingerir muitas frutas com cascas e bagaços, se não for consumi-las com cascas como a banana, manga, mamão acrescentar um fibra como aveia, linhaça, chia, amaranto.

*Texto: Sandra da Silva Maria – Nutricionista – CRN 20 473

Dispensação de medicamentos

on 25/03/2020 in Destaque


Medicamentos entregues na farmácia de alto custo terão a oferta ampliada para até três meses, o objetivo da medida visa reduzir a circulação de pessoas nos postos de dispensação.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia, em casos de renovação, os tratamentos que terminarem entre março e maio de 2020 poderão ser renovados automaticamente, sem a apresentação da LME e prescrição médica pelo período adicional de três meses.

Ainda pensando na saúde dos pacientes do grupo de risco, está suspensa a obrigatoriedade da presença do paciente para a retirada do medicamento, basta apresentar uma carta de próprio punho nomeando a pessoa responsável para retirar o medicamento.

No dia da dispensação o representante precisa levar à farmácia seus documentos pessoais, receita médica, laudo de medicamento especializado, autorização do procedimento de alta complexidade, além de comprovante de residência e documentos pessoais do paciente.

Outras medidas de prevenção também foram como, a suspensão da prescrição assinada por um profissional de especialidade médica definida e suspensão de exames de monitoramento. Durante o período de prevenção ao Coronavírus haverá a possibilidade de envio da LME e receita médica por meio eletrônico por prescritores e pacientes.

Atenção: Leve sua própria caneta para assinar os recibos e documentos;

*Você também pode usar o aplicativo Remédio Agora para agendar data e hora para retirar medicamentos nas Farmácias de Medicamento Especializado – conhecidas popularmente como farmácias de alto custo.

Atenção para vacina da gripe

on 24/03/2020 in Destaque

As vacinas contra o Influenza já começaram a ser dadas na rede pública de saúde somente para idosos e trabalhadores da área da saúde, o grupo foi priorizado devido ao novo Coronavirus. Com o passar dos dias outros grupos terão direito às doses e isso inclui pacientes com doenças crônicas.

Segundo dados do Ministério da Saúde serão realizadas mais duas fases para públicos diferentes, alcançando cerca de 67,6 milhões de pessoas em todo o País. A meta é vacinar, pelo menos, 90% de cada um desses grupos, até o dia 22 de maio. O dia “D” de mobilização nacional para a vacinação acontece no dia 9 de maio (sábado).

A segunda fase da campanha começa no dia 16 de abril com objetivo de vacinar pacientes com doenças crônicas, professores (rede pública e privada) e profissionais das forças de segurança e salvamento.

“A doença crônica pode se descontrolar se o organismo estiver com alguma infecção, por isso é tão importante tomar a vacina contra a gripe Influenza (comum) e a H1N1 para evitar que as doenças crônicas saiam do controle.”, explicou a médica da Vale Infusões Dra. Fabiana de Faria Alves.

De acordo com a médica não é necessário interromper o uso de nenhuma medicação e quem usa medicamentos biológicos, imunossupressores e corticoide deve se vacinar. “A vacina é vírus morto e inativado portanto pode ser tomada por todos.”, conclui a Dra.

Siga as recomendações de prevenção do novo Coronavírus e compareça no posto de vacinação mais próximo. Leve os seguintes documentos: Caderneta de vacinas, receita dos medicamentos que está utilizando (que comprovam o seu estado de imunossupressão) ou relatório médico (caso o tenha).

CASOS DE INFLUENZA NO BRASIL
O Ministério da Saúde mantém a vigilância da influenza no Brasil por meio da vigilância sentinela de Síndrome Gripal (SG) e de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em pacientes hospitalizados. São 163 unidades distribuídas em todas as regiões geográficas do País e tem como objetivo principal identificar os vírus respiratórios circulantes, permitir o monitoramento da demanda de atendimento dos casos hospitalizados e óbitos.
Em 2020, até a Semana Epidemiológica 11 (14 de março), foram registrados 165 casos e 13 óbitos por Influenza A (H1N1), 139 casos e 14 óbitos por Influenza B e 16 casos e 2 óbitos por Influenza A (H3N2). O estado de São Paulo concentra o maior número de casos de H1N1, com 42 casos e 2 óbitos. Em seguida, estão a Bahia (40 casos e 3 óbitos) e o Paraná (20 casos e 5 óbitos). No ano passado, o país registrou 5.800 casos e 1.122 óbitos pelos três tipos de influenza.

*Fonte: www.saude.gov.br

Plano de Contingência

on 23/03/2020 in Destaque

A Vale Infusões segue o Plano de Contingência Nacional para Infecção Humana pelo novo Coronavírus (COVID-19), proposto pelo Ministério da Saúde, e traz orientações de como deve ser o atendimento presencial nas clinicas durante o período de contingência.

O Ministério da Saúde, por meio do Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública, elaborou o Plano de Contingência Nacional para Infecção Humana pelo novo Coronavírus (COVID-19), com medidas que podem ajudar a prevenir o contagio do novo Coronavírus e a Vale Infusões definiu conceitos de prevenção que devem ser adotados por pacientes e colaboradores. Veja:

Ao colaborador

Carona Solidária,para evitar grandes aglomerações no transporte público

Manter portas e janelas abertas na recepção e áreas administrativas

– Entrega de álcool gel e atualizações referente ao vírus

– Avaliação do médico plantonista, na área administrativa, em caso de apresentações dos sintomas do COVID-19

– Utilização de mascaras para a equipe de enfermagem, médica, recepção e apoio, durante todo o período na clinica

– Utilização de avental descartável para a equipe de enfermagem e apoio

– Delimitação de espaço nos intervalos, descansos e horário de almoço

– Checagem diária de temperatura dos colaboradores pelos profissionais da enfermagem

– Reuniões preferencialmente on line ou presencial com espaçamento de 2 metros entre cada participante

– Cada colaborador é responsável pela higienização da sua estação de trabalho

Aos clientes

Entrega de álcool gel à pacientes de aplicação

– Entrega de máscara aos clientes que tiverem com sintomas como tosse, espirro, febre e coriza

– Restrição de acompanhantes nos atendimentos

Proibição de acompanhantes na sala de infusão, com exceção de pacientes que forem menor de idade.

– Retirada de revistas e folhetos das áreas de atendimento e recepção

– Retirada de brinquedos do espaço kids

– Remarcação de pacientes que apresentarem sintomas do COVID-19 no ato de confirmação do agendamento

– Disponibilização de uma pessoa fixa, para limpeza imediata dos espaços que forem desocupados pelos clientes

Além destas medidas a Vale Infusões adotou uma nova política de atendimento domiciliar para aplicações subcutâneas. Veja mais aqui

REFERÊNCIAS
Agência Nacional de Vigilância Sanitária http://portal.anvisa.gov.br/coronavirus
Centers for Disease Control and Prevention https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/index.html
Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde https://www.saude.gov.br/saude-dea-z/coronavirus
World Health Organization https://www.who.int/emergencies/diseases/novelcoronavirus-2019

Aplicações em casa

on 23/03/2020 in Destaque

Pensando no cuidado e segurança dos nossos pacientes, a Vale Infusões, de São José dos Campos, adotou a uma nova conduta de aplicação dos medicamentos subcutâneos.

Estamos disponibilizando os nossos profissionais para atendimento domiciliar, realizando aplicação dos medicamentos subcutâneos imunobiológicos, evitando assim que nossos pacientes se exponham e coloquem sua saúde em risco.

Essa é mais uma medida de segurança adotada pela Vale Infusões para prevenção da COVID-19, seguindo todos os protocolos de segurança ao paciente.

Coronavírus

on 17/03/2020 in Destaque, Vale Infusões

Os COV são uma grande família viral conhecida desde meados dos anos 1960, que causam infecções respiratórias em seres humanos e em animais. Essa família de vírus causam doenças que podem variar de um simples resfriado a uma síndrome respiratória aguda grave.
A forma mais comum do contágio é pelo ar. A pessoa contaminada tosse ou espirra, espalhando o vírus.

Pacientes com doenças autoimune fazem parte do grupo de risco?

Doenças autoimunes – principalmente as reumáticas como artrites e lúpus – fazem com que o organismo fique mais inflamado cronicamente, alterando a imunidade e deixando-os mais suscetíveis.

Orientações sobre o Coronavírus:

  • Caso não apresentem os sintomas gripais é importante que o tratamento com imunossupressores e drogas antirreumáticas não sejam interrompidas, a interrupção destas medicações podem reativar a doença, aumentando ainda mais a vulnerabilidade ao vírus.
  • Lave bem suas mãos
  • E evite aglomerações.

#Cuide-se

Vírus Sincicial Respiratório

on 23/01/2020 in Destaque, Vale Infusões

Começa em fevereiro a campanha de imunização do vírus sincicial respiratório, um dos principais causadores de doenças respiratórias em bebês e crianças pequenas. Segundo o estudo Brevi (sigla em inglês para Estudo do Vírus Respiratório Brasileiro), o VSR é responsável por 66,7% dos episódios de hospitalização de bebês prematuros e crianças menores de dois anos.

De acordo com a SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria), a prematuridade, doença pulmonar crônica da prematuridade e as cardiopatias congênitas compõem os grupos de riscos para infecção grave do VSR. “Os sintomas podem parecer inicialmente com um resfriado com coriza, tosse, cansaço para respirar e, às vezes, até febre. Porém, nas crianças no grupo de risco esse vírus pode causar um quadro mais grave, podendo levar a uma internação com suporte de oxigênio e UTI.”, explica pediatra Dra. Paula Lenfers.

Segundo a médica um adulto pode ser portador do vírus ou ele pode se manifestar através de um quadro leve de resfriado, “Esses adultos quando entram em contato com crianças de risco podem transmitir o vírus e causar a Bronquiolite”.

A doença tem tratamento, o medicamento Palivizumabe imuniza contra o VSR. “O medicamento é uma imunoglobulina – um tipo de anticorpo que induz a imunização contra o vírus sincicial respiratório. Não é uma vacina”, explica Marcelo Moura, sócio diretor da Vale Infusões.

A imunização é indicada para os recém-nascidos com menos de 35 semanas de idade gestacional no primeiro ano de vida e para crianças menores de dois anos portadoras de doenças cardíacas e pulmonares.

A manipulação, acesso a medicação e aplicação é feita em clínicas especializadas. “Em São José dos Campos a Vale Infusões auxilia em todo o processo burocrático para acesso a medicação e possui ambiente e profissionais especializados para atender os pequenos”, revela Marcelo.

A Vale Infusões é um centro de terapia assistida e possui instalações modernas que garantem total segurança e conforto ao paciente. O centro de terapia assistida da Vale Infusões possui 11 médicos especialistas no diagnóstico de doenças autoimunes atuantes nas áreas de dermatologia, gastroenterologia e reumatologia. Além do atendimento clinico a Vale Infusões desenvolveu o projeto Cuide-se, onde o paciente que faz uso da medicação tem acompanhamento gratuito com Psicólogo, Nutricionista e Fisioterapeuta.

Prêmio Euro

on 09/01/2020 in Destaque, Vale Infusões

A Vale Infusões, através da Dra. Fernanda Caldeira, está concorrendo ao Prêmio Euro Inovação na Saúde com o projeto Cuide-se, que disponibiliza uma equipe multidisciplinar sem custo para pacientes com doenças crônicas em tratamento na Vale Infusões.

A iniciativa recebeu mais de 1500 inscrições da comunidade médica do Brasil com  soluções inovadoras em produtos, serviços e ações que resultem em ganhos potenciais e/ou efetivos para a qualidade de vida e bem-estar da população.

As inscrições estão em análise pelo conselho médico da instituição, em breve serão divulgados os finalistas. Será a maior premiação já oferecida a comunidade médica, com um total de 11 prêmios que somarão 1 milhão de Euros.

O Projeto Cuide-se

O projeto Cuide-se da Vale Infusões oferece ao paciente em tratamento no Centro de Infusão, de São José dos Campos e São Paulo, o acompanhamento gratuito com nutricionista, psicólogo e fisioterapeuta.

O paciente que faz a aplicação de medicamento subcutâneo, endovenoso ou intramuscular tem direito a cinco sessões com os profissionais da equipe multidisciplinar sem custo adicional ao tratamento.

Fisioterapia:
Nosso fisioterapeuta, Leonardo Furushima, é pós-graduado em Saúde Pública e Fisioterapia intensiva.

Nutricionista:
A nutricionista Sandra da Silva Maria faz parte da equipe Cuide-se da Vale Infusões. Especialista em cirurgia bariátrica, nutrição clínica, esportiva, funcional e fitoterapia.
Membro efetivo da Sociedade de Nutrição Funcional.

Psicóloga:
Edna Toma é formada na Universidade São Francisco, com especialização em Arte Terapia pelo Instituto Sedes Sapientiae. A profissional atuou durante cinco anos nos Hospitais Santa Catarina e Príncipe Humberto.

Acredite

on 12/12/2019 in Destaque, Vale Infusões

Cada vez mais os estabelecimentos de saúde vem buscando atingir a excelência na prestação dos serviços. Para isso é necessário ter uma melhor capacitação dos recursos humanos, uniformizar processos e automatizar estratégias administrativas. 

A acreditação é um excelente instrumento para alcançar estes resultados. Por meio dela, garantimos confiabilidade diante da sociedade,  a eficiência das estratégias de gerência e produzimos parâmetros seguros de melhoria contínua, atrelado a qualidade dos serviços que oferecemos. 

A Vale Infusões está investindo e acreditando neste projeto e principalmente acreditando nas pessoas que fazem ela acontecer. Vamos todos juntos entrar nessa. ACREDITE!

Nossa missão é oferecer tratamento a pessoas com doenças autoimune. Através de cuidado multidisciplinar especializado e centrado nas necessidades do paciente.

Direto de Atlanta

on 11/11/2019 in Destaque

A nossa Dra. Kamila Dalla está no ACR/ARP Annual Meeting, em Atlanta, Geórgia. Para uma experiência educacional com os principais especialistas em reumatologia e acesso às mais recentes pesquisas em reumatologia e aplicações clínicas.

A Reunião Anual do Amerrican College of Rheumatology é o principal evento educacional para médicos, profissionais de saúde e cientistas que tratam ou pesquisam pessoas com ou sob risco de artrite e doenças reumáticas e músculo-esqueléticas. A Reunião Anual é o fórum principal para encontrar as informações reumatológicas mais relevantes e atuais.