Carboidrato

Carboidrato

Numa fase onde vivemos a era do Low Carb, em que muitas pessoas acabam evitando o carboidrato sem orientação, e como consequência reclamam de cansaço, fadiga e uma vontade louca de comer doces, hoje trouxe algumas orientações para saber se o carboidrato é o vilão ou o mocinho desta história?

Primeiro vamos entender qual é a função do carboidrato no organismo:
• Promoção de energia para o organismo
• Regulam o metabolismo proteico, “poupando proteínas”, na ausência do carboidrato para fornecer energia, as proteínas são utilizadas para essa função, e deixam de fazer as suas funções como construção de tecidos, sistema imunológico.
• A redução drástica de carboidratos da dieta, faz com que as gorduras serão utilizadas para suprir uma fonte de energia imediata. Porém pode ocasionar cetose sendo prejudicial ao organismo.
• A glicose é a única fonte energético para o cérebro, por isso que em dietas extremamente restritivas, aumenta a falta de concentração e consequente apetite por doces.
• A celulose e outros carboidratos indigeríveis (fibras) auxiliam na eliminação do bolo fecal. Estimulam os movimentos peristálticos do trato gastrointestinal e absorvem água para dar massa ao conteúdo intestinal, tão importante para o nosso organismo.

Diante de tantas funções, percebemos que o carboidrato não pode faltar na nossa dieta, porém devemos saber escolher o melhor tipo de carboidrato.

Temos os carboidratos refinados e integrais, o ideal seria optar pelos integrais por conter fibras que retardam o esvaziamento gástrico e liberam a glicose lentamente na corrente sanguínea.

Importante também ingerir muitas frutas com cascas e bagaços, se não for consumi-las com cascas como a banana, manga, mamão acrescentar um fibra como aveia, linhaça, chia, amaranto.

*Texto: Sandra da Silva Maria – Nutricionista – CRN 20 473